O APROVEITAMENTO DA BIOMASSA DA CASCA DO COCO VERDE PARA PRODUÇÃO DE BRIQUETES E GERAÇÃO DE ENERGIA

Morgana Evair Nunes Mendes Lopes, Luis Cesar Maffei Sartini Paulillo

Resumo


Este trabalho teve como objetivo demonstrar que o vendedor de coco de Salvador- Bahia, tem a possibilidade de aproveitamento da casca do coco verde para geração de energia. As partes do coqueiro quando beneficiados produzem inúmeras propriedades valiosas. Servem para a confecção de alguns subprodutos como por exemplo telhas, na produção na indústria de papel, dentre outros. A Bahia é o maior produtor de coco do  Nordeste brasileiro. Atualmente, a maioria das cascas de coco, folhas e cachos do coqueiro são descartados como lixo nas ruas das grandes cidades e em lixões, servindo como agente poluidor do meio ambiente. Essas cascas poderiam ser utilizadas para a fabricação de briquetes – um carvão ecológico de alta qualidade que pode substituir a queima da lenha em fornos de pizzarias e restaurantes, que libera agentes poluentes, nocivos à saúde. A Política Estadual de Resíduos Sólidos de Salvador-Bahia que concede benefícios e incentivos fiscais e financeiros às empresas que realizam o aproveitamento dos resíduos sólidos para geração de energética e o programa Salvador 360 Cidade Sustentável, representam uma excelente oportunidade para a atenuação dos problemas referentes ao descarte de resíduos sólidos urbanos como o resíduo do coco verde. Este estudo corresponde a uma revisão de literatura com a metodologia DAFO. Constatou-se que a implantação de uma empresa de produção de briquetes a partir da fibra de casca de coco verde em Salvador é um empreendimento sustentável, que contribuiria para equilibrar e sustentar os três pilares do desenvolvimento sustentável: econômico, social e ambiental.


Palavras-chave


Casca do coco, beneficiamento, aproveitamento, resíduo, energia, DAFO

Texto completo:

51-76

Referências


ALJOHI, H.A.; LIU, W; LIN, Q.; ZHAO, Y,; ZENG, J.; ALAMER, A.; ALANAZI, I.O.; ALAWAD, A.O.; AL-SADI, A.M.; HU, S.; YU. J. Complete Sequence and Analysis of Coconut Palm (Cocos nucifera) Mitochondrial Genome. PLoS ONE. Disponível em: < http://cib.org.br/genoma-do-coco-e-sequenciado-na-china/?utm_source=post-fb-coco&utm_medium=genoma-china>. Acesso em 03 jan 2017.

ARAGÃO, W.M.; TUPINAMBA, E.A.; ANGELO, P.C. da S.; RIBEIRO, F.E. (2010) Seleção de cultivares de coqueiro para diferentes ecossistemas do Brasil In: QUEIROZ M.A.; GOEDERT C.O.; RAMOS, S.R.R. Recursos Genéticos e Melhoramento de plantas para o Nordeste Brasileiro. Brasília: Embrapa -SPI, p.1-24.

AZEVEDO, J. L. DE. A economia circular aplicada no brasil: uma análise a partir dos instrumentos legais existentes para a logística reversa. XI Congresso Nacional de Excelência em Gestão de 13 e 14 de agosto de 2015. Disponível em: . Acesso em: 02 dez 2017.

BALAT, M. 2011. Production of bioethanol from lignocellulosic materials via the biochemical pathway: A review. Energy Conversion and Mangement, 52, 2, 858-875. Disponível em: . Acesso em: 02 DEZ 2017.

BRASIL. Lei no 12.305, de 2 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 5 ago. 2010.

BIOMAX. Briquetes. Disponível em: acesso em 07 jan. 2017.

BUARQUE, S. C. “Metodologia e Técnicas de Construção de Cenários”. Textos para Discussão N.º 939. Brasília: IPEA, 2003, p.50-67

CENTRO NACIONAL DE REFERÊNCIA EM BIOMASSA- CENBIO. Fontes de Biomassa. 2011. Disponível em : . Acesso em: 05. Jan.2018.

Centro de Gestão e Estudos Estratégicos. Química verde no Brasil: 2010-2030 - Ed. revista e atualizada - Brasília, DF, 2010. Disponível em: . Acesso em 19 Abr. 2017.

CÉSAR, S. F.; SILVEIRA, M. S.; CUNHA R. D. A. Aproveitamento das Cascas de Coco Verde para Produção de Briquete em Salvador - uma Alternativa Sustentável para a Destinação de Resíduos do Coco In Natura. Dissertação de mestrado desenvolvida na Universidade Federal da Bahia. Salvador-Ba, 2009.

COELHO, G.M.; SANTOS, D.M.; SANTOS, M.M.; FELLOWS FILHO, L. Caminhos para o desenvolvimento em prospecção tecnológica. Technology Roadmapping um olhar sobre formatos e processos. Parcerias Estratégicas, Brasília, v.21, p.199-234, 2005.

CHEMMÉS, C. S., SILVA, F. C., SOUZA, L. S., AZEVEDO JR, R. A., CAMPOS, L. M. A. 2013. Estudo de métodos físico-químicos no pré-tratamento de resíduos lignocelulósicos para produção de etanol de segunda geração. XII SEPA - Seminário Estudantil de Produção Acadêmica, UNIFACS, 12 Disponível em: . Acesso em: 02 DEZ 2017.

ECO INDUSTRIAL, Briquetes. Disponível em: http://www.ecoind.com.br/. Acesso em 07 jan. 2017.

EMBRAPA. Evolução da produção de coco no Brasil e o comércio internacional – Panorama 2014. Aracaju, SE, 2011.Disponível em: . Acesso em: 02 mai. 2015.

Energias Renováveis. Disponível em: . Acesso em 26 abr. 2017.

FAGURY, R.V.G., 2005, Avaliação de fibras naturais para a fabricação de compósitos: açaí, coco e juta. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal do Pará, Belém, PA, Brasil.

PEREIRA, C. L..Aproveitamento do resíduo do coco verde para produção de compostos destinados à construção rural. Tese de doutorado da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de alimentos. São Paulo.2012

Fundação Ellen Macarthur. Economia Circular. Disponível em: https://www.ellenmacarthurfoundation.org/pt/economia-circular-1/conceito. Acesso em 02 dez 2017.

GIL, A. C; Como elaborar projetos de pesquisa, 5ª Ed, São Paulo: Atlas 2010.

GLEYSSON, B. M. Reciclagem de coco. 2013.Disponível em: .Acesso em 31 mai. 2015.

IBGE. Produção Agrícola Municipal. 2015. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2017.

IBGE. Produção Agrícola Municipal. 2017. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2017.

LIPPEL. Briquetadeira. Disponível em: . Acesso em 07 jan. 2017.

LIMA JÚNIOR, C. de. Potencial de aproveitamento energético da biomassa na região nordeste do Brasil. Tese de doutorado da Universidade Federal de Pernambuco. CTG. Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Energéticas e Nucleares, Recife, PB, 2013. Disponível em: . Acesso em 5 mai 2017.

MARTINS, C. R., JESUS JÚNIOR, L. A. de. Produção e Comercialização de Coco no Brasil Frente ao Comércio Internacional: Panorama 2014. Aracaju. Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2013. Disponível em . Acesso em 01 abr. 2015.

MATTOS, A. L. A. et al.. Beneficiamento da casca de coco verde. Disponível em: . Acesso em 02 mai. 2015.

MFRURAL.Imagem de briquetes. Disponível em:

. Acesso em 21 Mar 2017.

MOBILIZADORES.Guia de Consulta sobre Cooperativismo e Associativismo – Abr 2010. Disponível em: . Acesso em 01 mai. 2015.

Ministério de Minas e Energia –MME.Balanço Energético Nacional 2015: Ano base 2014 / Empresa de Pesquisa Energética. – Rio de Janeiro: EPE, 2016. Disponível em: . Acesso em 26 Abr. 2017.

Ministério de Minas e Energia-MME. Disponível em: http://www.mme.gov.br/web/guest/pagina-inicial/outras-noticas/-/asset_publisher/32hLrOzMKwWb/content/renovaveis-devemmanter-participacao-de-43-na-matriz-energetica-em-2017. Acesso em 26 mai de 2017.

MORITZ, G. L.; GIANNETTI, B. F.; PIRES, C. E.. Confecção de produtos com o aproveitamento da casca do coco verde. XIV International ConferenceonEngineeringand Technology Education, 28 de Fev. a 2 de Mar. de 2016, Salvador, Brasil. Disponível em: . Acesso em 21 mar. 2017.

NACBRIQUETES. Briquetes. Disponível em: . Acesso em 07 jan. 2017.

PASSOS, P. R. de A. Destinação Sustentável de Cascas de Coco(Cocos nucifera) Verde: Obtenção de Telhas e Chapas de Partículas. Tese - Universidade Federal do Rio de Janeiro, COPPE. 2005. Disponível em: . Acesso em 01 mai. 2015.

PORTAL DO BRASIL. Disponível em: . Acesso em 18 Abr. 2017.

PORTAL SALVADOR. Agência de Notícias. Disponível em:< www.agenciadenoticias.salvador.ba.gov.br/.../6915-prefeitura-lanca-salvador-360-cid...>. Acesso em: 02 dez 2017.

PRETO, E. V; MORTOZA, G. L. Geração de energia elétrica utilizando biomassa. Brasília-DF, 2010. Disponível em: . Acesso em: 26 mai 2017.

RAIC, D. F.. Estudo de viabilidade econômica da produção de briquetes a partir do capim elefante no oeste do estado da Bahia. Dissertação de Mestrado, Salvador, 2016.

ROCHA, A. M; SILVA, M. S.; FERNANDES, F.M.; SOARES, P. M; KONISH, F. Aproveitamento de fibra de coco para fins energéticos: revisão e perspectivas. 2015. Disponível em: . Acesso em 21 mar 2017.

ROSA, M. F.1; SOUZA FILHO, M S. M.; FIGUEIREDO, M. C. B.; MORAIS, J. P. S.; SANTAELLA, S.T., LEITÃO, R.C. Valorização de resíduos da agroindústria. II Simpósio Internacional sobre Gerenciamento de Resíduos Agropecuários e Agroindustriais – II SIGERA 15 a 17 de março de 2011 - Foz do Iguaçu, PR. Disponível em: . Acesso em 24 mai. 2015.

SANTOS. M, MASSARI. G, SANTOS. D, FELLOWS, L. (2003). Prospecção de tecnologias de futuro: métodos, técnicas e abordagens. Parcerias estrategicas. n.19. p. 189-229.

SEBRAE. Água de coco e suas propriedades isotônicas impulsionam a produção de coco verde no país, inclusive no interior de vários estados. 2015. Disponível em: . Acesso em 06 mai. 2015.

SILVA, G. O; JERÔNIMO, C. E. Estudo de alternativas para o aproveitamento de resíduos sólidos da industrialização do coco.2012. Disponível em:. Acesso em 03 abr. 2015.

SILVA, A. N. C. DA; BARRETO, C. A. A.. Economia circular: uma perspectiva para gestão dos resíduos eletroeletrônicos de microcomputadores. 8º Fórum Internacional de resíduos sólidos, no período de 12 a 14 de junho de 2017. Disponível em:< http://www.institutoventuri.org.br.ojsindex.phpfirsarticleview275195>Acesso em 10 dez 2017.

SILVEIRA, M. S. Aproveitamento das cascas de coco verde para produção de briquete em Salvador – Ba. Dissertação de mestrado do Programa de Pós–graduação em Gerenciamento e Tecnologias Ambientais no Processo Produtivo – Ênfase em Produção Limpa, Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia, 2008.

SOUZA, J.E.A. Avaliação das diversas fontes e tipos de biomassa do estado de alagoas: estudo de suas características físico-químicas e de seu potencial energético.2011. Tese (Doutorado em Ciências) – Universidade Federal de Alagoas, Maceió, AL, 2011.

SCHIETTEKATTE, N.; BAKKER, E. J. Economia Circular Holanda - Brasil: da teoria à prática. 1 ed. Rio de Janeiro: Exchange 4 Change Brasil, 2017. Disponível em: https://issuu.com/joannadalimonda/docs/ec-holanda-brasil-10-comcapa. Acesso em 23 dez 2017.

Tabela Brasileira de Composição de Alimentos – TACO, 4ª edição revisada e ampliada. Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação – NEPA. Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP. Campinas – SP, 2011. Disponível em:

. Acesso em 22 mar. 2017.

TEIXEIRA, L.P. Prospecção Tecnológica: importância, métodos e experiência da Embrapa Cerrados. Planaltina, DF: Embrapa Cerrados, p.1-34, 2013.(Embrapa Cerrados. Documentos, 317).

VOLOCH, L. Carbonização de resíduo sólido urbano como alternativa de tratamento e geração de energia: viabilidade de aplicação no município de Londrina/PR. 2012. Monografia (Trabalho de conclusão de curso em Geografia) - Departamento de Geociências, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2012. Disponível em: . Acesso e, 24 mai. 2017.

ZAGO, E.S, FROEHLICH, A.G., PELEGRINI, P.H., SIFUENTES, M.A. O processo de briquetagem como alternativa de sustentabilidade para as indústrias madeireiras do município de Aripuanã-MT. Revista Techno@neg. 2ª Edição vol. I Jul – Dez de 2010. ISSN 2178-3586. Disponível em: http://www.cescage.edu.br/publicacoes/technoeng. Acesso em 20 de Abr. 2017.

ZERBINATTI, O. E. DA SILVA, A. B.; PEREIRA, A. J.; MIRANDA, J. M..Briquetagem de resíduos de cafeeiro conduzido no sistema safra zero. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 35, n. 3, p. 1143-1152, maio/jun. 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Faculdade de Tecnologia e Ciências, FTC.