ACOMPANHAMENTO DO PLANO DE GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS DO SERVIÇO DE SAÚDE (PGRSS) EM FEIRA DE SANTANA.

Jéssica Teixeira Carneiro, Bruna Rafaela Carneiro, Robinson Moresca de Andrade

Resumo


De acordo com a RDC da ANVISA nº 306/04 e a Resolução CONAMA nº 358/2005, são definidos como geradores de Resíduos de Serviço e Saúde (RSS) todos os serviços relacionados com o atendimento à saúde humana ou animal que gerem resíduos perigosos. A classificação dos RSS objetiva destacar a composição desses resíduos segundo as suas características biológicas, físicas, químicas, estado da matéria e origem, para o seu manejo seguro. O trabalho foi desenvolvido no município de Feira de Santana, sendo observado o descarte de resíduos infectantes, químicos e perfuro cortantes no município. Foi feita a observação in loco. Foi possível com a realização desta pesquisa entender como funciona o gerenciamento dos resíduos do serviço de saúde em Feira de Santana, analisando a partir do que determina a ANVISA, seus acertos e suas falhas. O gerenciamento eficaz dos RSS não é importante somente para empresa, pois a diminuição da produção desses resíduos acarreta uma diminuição significativa de custos, mas é ainda mais importante para a saúde pública, pois gerenciar de forma correta é manter segura a saúde humana, animal e preservar o meio ambiente. Esse conhecimento e conscientização foram possíveis através das observações e estudos realizados, sendo este um dos resultados mais positivos da pesquisa. Conclui-se dessa forma que entre as empresas observadas em Feira de Santana, a maioria se enquadra no que estabelece a RDC da ANVISA nº 306/04 sobre o gerenciamento correto dos RSS.


Texto completo:

78-83

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Faculdade de tecnologia e Ciências, FTC.