AVALIAÇÃO MODULADORA DOS EXTRATOS DE Jatropha curcas SOBRE CÉLULAS MONONUCLEARES DE SANGUE PERIFÉRICO EXPOSTAS A CONCENTRAÇÕES DELETÉRIAS DE ETANOL

Fernanda Brito Barreto Souza, Michelle Vivian Santos Souza, Gabriela Cabral Lima, Luís Cesar Maffei Sartini Paulillo, Mabel Barbosa Esteves

Resumo


A Jatropha curcas é uma planta da família das Euforbiáceas e apresenta uma diversidade grande de utilizações. Pesquisas recentes demonstram que esta planta apresenta um potencial de proteção celular aos efeitos deletérios da exposição ao etanol. O éster de forbol presente em suas folhas apresenta atividade mitogênica e por conta disto também esta substância tem sido estudada. O presente trabalho aborda sobre o potencial citoprotetor e possivelmente mitótico da concentração de 2,4mg/mL de Jatropha curcas em células mononucleares de sangue periférico humano expostos a diferentes concentrações de etanol. Observou-se neste estudo que as células sofrem os efeitos deletérios do etanol e este dano parece ser revertido na presença da planta. A viabilidade celular observada persistiu nas três concentrações de etanol (1%, 2% e 3%) associado a Jatropha curcas e possivelmente esse efeito se deu pela presença do Ester de forbol, que é mitogênico. E além disso, levantou-se a hipótese desse éster impossibilitar a atividade do acetaldeido.


Texto completo:

236-240

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Faculdade de tecnologia e Ciências, FTC.